Novas limitações. Leia aqui na íntegra o comunicado do Conselho de Ministros

Municípios de Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira estão em alerta.

O Governo decidiu esta quinta-feira proibir a circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) aos fins de semana, a partir das 15h00 de sexta-feira e até às 6h00 de segunda-feira, devido à subida dos casos de Covid-19 neste território.

No Conselho de Ministros que decorreu esta quinta-feira, o executivo decidiu também que além de Lisboa - e de Sesimbra, que vai reger-se por regras específicas -, estão atualmente sem avançar nas medidas de abertura por terem mais de 240 casos por 100 mil habitantes (ou 120 nos concelhos de baixa densidade), os municípios de Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Loulé, Odemira, Sertã e Sintra.

LEIA AQUI O COMUNICADO NA ÍNTEGRA

Apesar de terem avançado no desconfinamento, estão em estado de alerta os municípios de Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira, 14 dos quais na AML.

A ministra Mariana Vieira da Silva revelou também que a posse de um certificado digital pode dispensar a apresentação de um teste com resultado negativo de diagnóstico do SARS-CoV-2 para a participação em eventos com público.

Dos trabalhos saiu também a aprovação da incorporação dos sete juízes do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), totalizado nove magistrados.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de