Novos dados sobre a monkeypox, impasse no embargo ao gás russo e outros destaques TSF

Portugal contabiliza 39 casos de varíola dos macacos. O vírus pertence a uma linhagem menos agressiva, refere o INSA.

No topo da atualidade está o recente surto da varíola dos macacos, um vírus detetado pela primeira vez este mês em Portugal. O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), esclarece que o vírus em circulação pertence a uma linhagem menos agressiva, mas já acumula algumas mutações.

No total, as autoridades de saúde já reportaram 39 casos, mais dois do que os contabilizados atualização anterior. A DGS explica que está a tentar identificar possíveis cadeias de transmissão.

Este surto em países não endémicos já foi também detetado na República Checa, Áustria, Eslovénia e Emirados Árabes Unidos.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, mostra-se pouco confiante quanto a um possível consenso sobre o embargo da UE ao gás russo.

Em Bruxelas, nesta terça-feira, esteve a ministra da Agricultura. Maria do Céu Antunes estranha o estudo que concluiu que há excesso de pesticidas em fruta portuguesa, como maçã e peras. A governante garante que a segurança alimentar em Portugal "é de excelência".

Na reação ao estudo, os produtores dizem que o documento não tem qualquer credibilidade.

No parlamento, a tarde foi de acusações entre várias bancadas. O Chega acusou os socialistas de hipocrisia, o que motivou protestos audíveis.

Durante a manhã, também com muitas acusações e palavras fortes, o parlamento chumbou de novo a licença menstrual.

Por cá, vai ser criada uma plataforma inédita para defender os direitos humanos. A iniciativa partiu da Amnistia Internacional.

A terminar, anote na agenda: a CP alerta para perturbações significativas na próxima sexta-feira devido à greve na região de Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de