Novos máximos Covid em Portugal, mulher infetada que deu à luz passa para obstetrícia e outros destaques TSF

Portugal registou mais de 43 mil novos casos diários e 46 mortes por Covid-19.

Portugal atingiu esta terça-feira um novo máximo diário de contágios por Covid-19. As autoridades de saúde registaram mais 43.729 novos casos e 46 mortes, o número de óbitos mais elevado desde fevereiro do ano passado.

No Porto, a mulher infetada que deu à luz ligada à ECMO, está a evoluir favoravelmente e vai deixar os cuidados intensivos. A mãe do bebé Santiago, que nasceu há uma semana, irá passar para a Obstetrícia.

O dia fica também marcado pelo adiamento de uma conferência de imprensa da ministra da Administração Interna. Francisca Van Dunem iria pronunciar-se sobre o voto dos eleitores em isolamento, mas o Governo não recebeu a tempo o parecer do conselho consultivo da PGR, segundo apurou a TSF.

A PGR confirmou também à TSF que abriu um inquérito à morte da criança infetada com Covid-19. O menino de seis anos tinha uma dose da vacina Covid, mas as causas da morte estão ainda a ser analisadas pelas autoridades de saúde.

Em Lisboa, o Metro vai ter novos centros de testagem em várias estações. Saiba aqui quais são.

Em Hong Kong, as autoridades detetaram 11 hamsters infetados com coronavírus, o que levou ao abate de milhares de animais.

E na estrada continuam as caravanas partidárias. O secretário-geral do PS, António Costa, recusou pedir desculpa ao antigo acionista da TAP, David Neelman. Na Madeira, Costa não teve medo das palavras e pediu a maioria absoluta.

Em tempo de campanha, o Presidente da República deixou um aviso. Marcelo diz que o país está perto de superar a pandemia, mas está longe do crescimento sonhado há dois anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de