O candidato que quer unir as farmácias

Nuno Vasco Lopes é candidato a liderar a Associação Nacional das Farmácias

Nuno Vasco Lopes, é dono de uma farmácia, e é presidente executivo da Glintt, uma consultora da área tecnológica, especializada na área da saúde.

Foi dirigente associativo desde a faculdade de farmácia.

Integrou direções da Ordem dos Farmacêuticos, primeiro, e da Associação Nacional das Farmácias, depois.

Não ignora que as farmácias são microempresas que precisa de alargar a intervenção, em termos comerciais, mas defende os serviços comunitários prestados, na área da saúde.

Nuno Vasco Lopes sublinha que a farmácia "é uma porta de entrada no Serviço Nacional de Saúde, mas é muito mais que isso".

Depois das eleições, promete refletir sobre eventuais incompatibilidades entre a gestão da ANF, e a empresa que gere atualmente.

Mas lembra que não há nenhuma incompatibilidade formal.

O objetivo principal do candidato, nesta corrida, é preservar a rede das farmácias.

As eleições decorrem até dia 29 de maio, mas os votos podem ser enviados a partir da próxima semana.

A Associação Nacional das Farmácias tem mais de 2800 associadas, e representa a quase totalidade do setor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de