O melhor pastel de nata de Lisboa está na Pontinha. Pastelaria revela o segredo

À quinta foi de vez. A Casa do Padeiro, na Pontinha, venceu pela primeira vez o concurso "O Melhor Pastel de Nata" da região de Lisboa.

O pequeno café passa quase despercebido, numa rua de sentido único na Pontinha, mas desde que a Casa do Padeiro venceu o concurso "O Melhor pastel de nata" da região de Lisboa, o telefone não tem parado de tocar.

Uma das proprietárias, Telma Francisco, desdobra-se em atender os clientes e em dar indicações por telefone e pelas redes sociais. Todos querem saber onde fica, como chegar e a que horas está aberta a pastelaria vencedora do concurso deste ano.

Na montra, as travessas de pastéis de nata estão em destaque. Como exige o concurso, são de fabrico próprio. Saem das mãos de dois pasteleiros que produzem diariamente cerca de 400 pastéis de nata.

A massa estaladiça e o recheio cremoso fazem as delícias dos clientes habituais. Com uma meia de leite e uma sandes de fiambre para o pequeno-almoço, Isabel confessa que prefere guardar os pastéis de nata para o fim-de-semana, mas confirma: "São muito bons e às vezes, quando tenho amigos em casa, levo e todos gostam".

Além do "Melhor Pastel de Nata" da região de Lisboa, a Casa do Padeiro venceu, no ano passado, o concurso para o "Melhor bolo-rainha" de Portugal.

E qual o segredo do sucesso? Telma tem a resposta na ponta da língua: "dedicação e persistência".

Durante quatro anos, a Casa do Padeiro foi finalista no concurso. "Não desistimos", salienta Telma Francisco, e à quinta, foi de vez.

Com nove pequenas mesas, a pastelaria de bairro espera, agora, mais clientes. Para os pastéis de nata e todos os outros bolos confeccionados no local. "Tudo o que podemos imaginar de pastelaria, temos cá", garante Telma. E são bolos que fazem crescer água na boca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de