O que marcou o dia: eis o confinamento geral e as novas restrições impostas

O país regressa às 00h00 de sexta-feira a um novo confinamento geral, com algumas exceções. Saiba quais são as principais medidas.

António Costa anunciou que o país vai entrar num novo confinamento, numa altura que o primeiro-ministro descreveu como "o momento mais perigoso e de maior esperança", ao mesmo tempo. Veja o que está aberto ou fechado.

Está desfeita a incógnita: o encerramento dos estabelecimentos de ensino não faz parte das medidas do próximo confinamento.

Todas as coimas por incumprimento das regras do confinamento foram duplicadas pelo Governo. Por outro lado, os equipamentos culturais fecham, bem como o comércio a retalho e de prestação de serviços em estabelecimentos abertos ao público.

As empresas obrigadas a encerrar durante o novo confinamento geral vão ter acesso automático ao lay-off simplificado, disse o primeiro-ministro.

Os funerais vão estar condicionados em número de pessoas e sem aglomerações. E são permitidas outras cerimónias religiosas, segundo as medidas anunciadas pelo Governo para fazer face à pandemia de Covid-19.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de