Ordem dos Enfermeiros considera difícil provar que Covid-19 é doença profissional

Bastonária da Ordem dos Enfermeiros sublinha que a pandemia é uma exceção e, por isso, o Governo devia ter criado regras especiais para os profissionais de saúde.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros considera que é muito difícil provar que a Covid-19 é uma doença profissional. Na opinião de Ana Rita Cavaco, o ministério da Saúde deveria criar um regime para os profissionais do setor.

"Se eu, sendo enfermeira, não estiver infetada mas tiver de ficar em quarentena recebo 100% do meu vencimento, mas se tiver um teste positivo e estiver infetada vou receber 70% do meu vencimento através da Segurança Social - não os 100 - e vou receber quando a Segurança Social processar e se aceitar que estou com doença profissional", explicou Ana Rita Cavaco.

A Ordem dos Enfermeiros sublinha que a pandemia é uma exceção e, por isso, o Governo devia ter criado regras especiais para os profissionais de saúde.

"Afeta aqueles que ficaram positivos, em contexto de serviço. Estas situações serão pouco mais de mil, portanto nem sequer têm expressão orçamental. O Ministério da Saúde devia ter acautelado esta situação com o Ministério da Segurança Social, porque estamos a viver um tempo de exceção", acrescentou a bastonária da Ordem dos Enfermeiros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de