Ordem dos Médicos organiza campanha de recolha de sangue em Lisboa

O responsável da Ordem dos Médicos Alexandre Valentim Lourenço sublinha que os dadores de sangue portugueses são muito fiéis à causa.

Com o número de doações de sangue a diminuir durante a pandemia, ​​​a Ordem dos Médicos está a organizar uma campanha de recolha de sangue na sede do organismo, em Lisboa. A iniciativa é aberta a médicos, mas também a todas as pessoas que quiserem doar sangue.

Em dia Nacional do Dador de Sangue, Alexandre Valentim Lourenço, presidente da secção sul da Ordem dos Médicos, explica que a campanha serve para lutar contra a falta de sangue, um problema que se acentuou no último ano.

"Houve menos dádivas com a pandemia, porque houve menos contactos dos dadores com as estruturas hospitalares e com as outras estruturas. Isso é natural, mas também houve alguns adiamentos e cancelamentos de algumas cirurgias, porque momentaneamente tivemos períodos com falta de alguns tipos de sangue. Agora que queremos retomar a nossa atividade, fazer cirurgias e procedimentos que estão em atraso e que se aproxima o verão - altura em que também há mais sinistralidade rodoviária - nós queremos ter as nossas reservas e colaborar com o Instituto de Sangue num dia específico, num dia especial, e lembrar a toda a população que o pode fazer a qualquer momento", sustenta.

Alexandre Valentim Lourenço explica que os médicos sabem bem da importância das doações de sangue e por isso querem dar o exemplo, sublinhando que Portugal "é um bom país de dádiva e a maior parte das pessoas dão espontaneamente, desde que lhe seja garantida a segurança e que sejam informadas".

O responsável da Ordem dos Médicos sublinha que os dadores de sangue portugueses são muito fiéis à causa.

Quem quiser doar sangue e estiver em Lisboa pode fazê-lo este sábado na sede Ordem dos Médicos na Avenida Almirante Gago Coutinho entre as 9h30 e as 13h30.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de