Os 90 concelhos mais limitados, o adeus de Vieira ao Benfica e outros destaques TSF

Conheça aqui a atualização da lista de concelhos em que passa a vigorar a obrigatoriedade de apresentação de teste à Covid-19 ou de certificado digital no setor da restauração e hoteleiro, no fim de semana, a partir das 19h00 de sexta-feira e nos feriados.

Mariana Vieira da Silva, ministra de Estado e da Presidência, anunciou que se mantêm, após decisão do Conselho de Ministros, as restrições aprovadas a 8 de julho. Isto é, as medidas de contenção que vigoraram durante a última semana. No entanto, são agora mais 40 os concelhos (de risco elevado ou muito elevado) a que se aplica a obrigatoriedade de apresentação de teste negativo à Covid-19 ou certificado digital no acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior (até às 22h30) a partir das 19h00 de sexta-feira e até domingo, durante todo o dia, bem como aos feriados.

Luís Filipe Vieira renunciou esta quinta-feira aos cargos de presidente das direções do clube e da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Benfica, sabe a TSF.

Ainda no Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva admitiu também que, até 27 de julho, quando os peritos se reunirão no Infarmed, não haverá um abrandamento das medidas de restrição. As regras para os concelhos de maior risco, que aumentaram no global de 60 para 90, "são as mesmas que se aplicavam até então", e deverão vigorar até ao dia 27 de julho, data da próxima reunião com os peritos no Infarmed.

Aqui pode ler na íntegra o comunicado do Conselho de Ministros.

No mesmo Conselho de Ministros, o Governo aprovou um concurso para a aquisição de 117 novas automotoras elétricas pela CP, num valor de 819 milhões de euros, a "maior compra de sempre" da operadora.

A Agência Europeia do Medicamento afirma que casos como os que foram reportados em Mafra "não são incomuns em jovens" e admite vir a incluir "desmaios e síncope" na lista de efeitos secundários da vacina da Janssen.

Portugal tem esta quinta-feira mais do triplo dos casos ativos de Covid-19 do que tinha há exatamente um ano. São quase 50 mil infetados, num aumento que não tem parado apesar do calor do verão que no primeiro ano da pandemia era visto como um fator que travava o vírus. Os especialistas dizem à TSF que a explicação está, sobretudo, na força de contágio da variante Delta.

O Comité de Emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) avisou para a "forte probabilidade" de surgimento de novas variantes do coronavírus, "possivelmente mais perigosas".

José Santos vive em Hattingen, cidade perto de Dusseldorf, e não ganhou para o susto. O médico português contou à TSF teve de ser retirado de casa, depois de o rio Ruhr ter inundado o prédio onde vive. Trata-se de uma das centenas de pessoas desalojadas por causa da chuva forte que tem abalado a Alemanha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de