"Paisagem etérea": instalação dá cor, movimento e sombra à Rua de Santa Catarina

São formas ovais, azuis, amarelas e vermelhas, movem-se com o vento e estão suspensas através de fios "invisíveis" presos aos edifícios.

"Paisagem etérea" é o nome da instalação que trouxe nova cor à rua de Santa Catarina, na cidade do Porto. Há quem diga que "parecem medusas", outros que "as nuvens desceram". A instalação da autoria de Madalena Martins demorou cerca de 10 dias a estar terminada, os trabalhos decorreram sempre durante a noite.

A iniciativa partiu da Câmara Municipal do Porto, como uma forma de dinamizar o comércio local. São formas ovais, azuis, amarelas e vermelhas, movem-se com o vento e estão suspensas através de fios "invisíveis" presos aos edifícios.

Armando Vasconcelos está a iniciar a peregrinação para Santiago de Compostela, o primeiro selo foi registado na Capela das Almas, na Rua de Santa Catarina. "Parece que as nuvens foram descendo, o passeio aqui nesta rua ficou ainda mais agradável. Dá uma sensação de leveza e quando a brisa agita da outra cor". Duas amigas de Trás-os-Montes, que vieram ao Porto para uma consulta médica, dizem que "é bonito, as formas parecem nuvens, ficaram com vontade de regressar mais vezes".

A instalação "Paisagem Etérea" dará nova cor, movimento e sombra à Rua de Santa Catarina até final de setembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de