Pandemia está a prejudicar a vida sexual dos portugueses. Especialistas deixam recomendações

Em tempo de solidão e distanciamento social, há quem adote técnicas para manter o erotismo e a sedução, nem que seja por telemóvel.

A pandemia está a prejudicar a vida sexual dos portugueses e a presidente da Sociedade Portuguesa de Sexologia revela que têm aumentado muito as consultas e pedidos de ajuda.Por isso, em conjunto com a Ordem dos Psicólogos e a Associação de Planeamento Familiar, foi elaborado um conjunto de desafios e recomendações.

Confinados em casa, quem está numa relação tem mais dificuldades em manter a vida sexual pré-pandemia, explica Patrícia Pascoal: "Aquilo que era a nossa vida sexual em comum agora já não dá para encaixar da mesma maneira, porque, por exemplo, temos os miúdos sempre em casa ou temos um familiar que, entretanto, se mudou porque precisava de apoio. Temos esta situação de gerir o espaço numa vivência sexual."

Além dos desafios aos casais, Patrícia Pascoal destaca o isolamento de quem vive sozinho. Em tempo de solidão e distanciamento social, há quem adote técnicas para manter o erotismo e a sedução, nem que seja por telemóvel.

"Em termos das pessoas sozinhas, podem procurar algumas pessoas com quem possam negociar, através de consentimento mútuo e da exploração do risco que querem correr, ter alguns encontros, mas podem fazer ao telefone, estimularem-se mutuamente. Há pessoas que usam esta metodologia no contexto de relações à distância com pessoas em quem confiam muito", sustenta.

Mensagens eróticas, sexo por telefone ou exigência de testes negativos para quem quer ter encontros fortuitos são soluções que estão a ser seguidas. Seja qual for o problema, Patrícia Pascoal deixa o apelo: "Falem sobre isso, por favor, porque às vezes até podem chegar a uma plataforma de entendimento que é: não vamos pensar nisso durante um mês, depois logo se vê."

Para quem precisa de ajuda, pode telefonar para Sexualidade em linha, uma linha gratuita com o número 800 222 003.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de