Paula Rego "era uma embaixadora da cultura, das artes plásticas e também de Portugal"

Ministro da Cultura enaltece o legado de Paula Rego no mundo das artes e confirma que Governo, em articulação com o Presidente da República, vai decretar o luto nacional.

O Governo vai decretar luto nacional depois da morte de Paula Rego. A pintora morreu esta quarta-feira aos 87 anos e deixa um grande legado nas artes plásticas. "A Paula Rego é certamente a mais internacionalizada das artistas plásticas portuguesas das últimas longas décadas e isso é também uma medida da qualidade e da singularidade do seu trabalho", revela à TSF o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva.

"Era uma embaixadora da cultura, das artes, das artes plásticas e também de Portugal. De facto, não temos outro artista plástico com a sua projeção e reconhecimento internacional e isso é um dos legados de Paula Rego", acrescenta o governante.

Pedro Adão e Silva refere que "reconhecimento público e a presença de Paula Rego nos maiores museus internacionais, mas também em Portugal, na coleção de arte contemporânea do Estado, continuarão no tempo."

O ministro da Cultura diz que o Governo, em articulação com o Presidente da República, irá decretar luto nacional pela morte da pintora. Tinha 87 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de