Pedidos de ajuda humanitária vão atingir recordes, 8000 infeções diárias no Natal e outros destaques TSF

Para ler ao meio-dia, também a entrevista TSF à psicóloga norte-americana Elizabeth Loftus que mudou a forma de pensar o processo da memória, o recorde diário de testes à Covid-19 em Portugal, o novo medicamento contra o coronavírus aprovado pelo regulador britânico, a viagem do papa Francisco ao Chipre e à Grécia, os quase 300 migrantes resgatados ao largo das Canárias e a situação "dramática" no Afeganistão.

É um aumento de 17% relativamente a 2021. A ONU alertou que um total de 274 milhões de pessoas em todo o mundo irá precisar de algum tipo de ajuda humanitária em 2022. Ouvido pela TSF, João José Fernandes, diretor executivo da Oikos, confirmou que há cada vez mais dificuldades. Carla Paiva, diretora executiva da Médicos do Mundo, enumerou à TSF algumas das dificuldades que sentem no terreno, a começar no financiamento.

As memórias não ficam arquivadas numa biblioteca mental nem são representações literais dos acontecimentos. A TSF falou com Elizabeth Loftus, a psicóloga norte-americana que mudou a forma de pensar o processo da memória. Tudo começou com a avaliação do sistema de justiça norte-americano.

Um novo recorde diário. Portugal realizou, na terça-feira, o maior número de testes num só dia desde o início da pandemia. O Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge adiantou que no dia 30 de novembro foram realizados cerca de 117 mil testes à Covid-19, não incluindo os autotestes. Este número "reflete o esforço de testagem levado a cabo em Portugal desde março de 2020".

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, prevê que o número de infeções diárias duplique dentro de 26 dias. Na quarta-feira, o país registou o maior número de contágios desde fevereiro e as autoridades de saúde referem que, na semana do Natal, Portugal pode chegar às oito mil infeções diárias.

Já no Reino Unido, a Agência Britânica de Medicamentos autorizou o anticorpo monoclonal do laboratório britânico GlaxoSmithKline contra o coronavírus. O regulador adiantou que o medicamento demonstrou ser "seguro e eficaz na redução do risco de hospitalização e morte em pessoas com infeção leve a moderada por Covid-19 e com um risco aumentado de desenvolver uma forma grave da doença".

O papa começou esta quinta-feira uma viagem de cinco dias ao Chipre e à Grécia. O mais alto representante da igreja católica leva de novo a mensagem de preocupação com os migrantes. Nesta viagem aos dois países de religião ortodoxa, o papa Francisco não vai deixar também de falar da relação entre as duas religiões. Francisco tem encontros marcados com líderes políticos e religiosos, e, durante cinco dias, vai fazer 12 discursos.

Em Espanha, o serviço de Salvamento Marítimo espanhol resgatou, a sul de Fuerteventura, 283 migrantes que pretendiam alcançar as Canárias em cinco embarcações. Nas últimas horas, as autoridades espanholas detetaram 193 homens, 67 mulheres e 23 menores de idade.

Por fim, no Afeganistão, a situação já está a atingir dimensões "dramáticas". O Programa Alimentar Mundial lança um apelo para que a comunidade internacional não se esqueça do povo do Afeganistão. A pobreza estende-se agora às zonas urbanas. A porta-voz do Programa Alimentar Mundial no Afeganistão, Shelley Thakral, contou à TSF que há pessoas à beira do desespero.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de