Pessoas com idades acima dos 65 anos já podem agendar a vacinação

A inscrição diz respeito à primeira toma da vacina contra a Covid-19. Após a submissão, será enviado um SMS ao utente, com a confirmação de data, hora e local da vacinação.

As pessoas com mais de 65 anos podem começar, a partir desta sexta-feira, a preencher o portal destinado ao agendamento da vacinação, com opção de escolha de data e posto de imunização.

Neste site, as pessoas incluídas nessa faixa etária poderão ter acesso à primeira data disponível e compreender o local mais perto disponível para a vacinação. O portal possibilita a alteração face à data sugerida, ou então a entrada numa lista de espera, e é também possível selecionar um posto que não tenha sido o fornecido na simulação.

Decorre agora a fase em que os utentes com mais de 65 anos, com ou sem patologia, estão a ser vacinados contra a Covid-19. Esta inscrição diz respeito apenas à primeira toma da vacina.

Após a inscrição no portal, será enviado um SMS ao utente, com a confirmação de data, hora e local da vacinação.

O envio da mensagem está dependente de o utente não ter sido ainda convocado para vacinação ou não ter contraído Covid-19 (enquanto estes pressupostos se mantiverem), salienta a SPMS que desenvolveu o portal informático que faz parte da estratégia da 'task force' responsável pelo plano de vacinação contra a doença provocada pelo vírus SARS-CoV-2.

A plataforma já ficou ativa por volta das 06h00, e, às 11h30, já tinha recebido dez mil pedidos de agendamento. O número foi avançado à TSF pelo presidente dos serviços partilhados do Ministério da Saúde.

Luís Goes Pinheiro assegura que o portal é muito fácil de ser utilizado: "As pessoas devem dar alguns dados pessoais, para sabermos com quem estamos a falar, e posteriormente escolher o posto de vacinação onde pretendem ser vacinadas."

Segundo o relatório semanal da vacinação, divulgado pela DGS na terça-feira, 2.015.225 pessoas já tomaram a primeira dose, enquanto 689.329, que representam 7% da população, já têm a vacinação completa contra o vírus SARS-CoV-2.

Por grupos etários, 91% dos idosos com mais de 80 anos (617.566 pessoas) já estão vacinados com a primeira dose e 58% (394.186) já receberam as duas doses da vacina.

Na faixa etária entre os 65 e os 79 anos, 42% (669.263) também receberam a primeira toma do fármaco, uma percentagem que desce para apenas 4% (59.658) no que se refere às duas doses.

Do grupo de pessoas entre os 50 e os 64 anos, 16% (355.519) tomaram a primeira dose e 4% (84.810) têm a vacinação completa contra a covid-19, enquanto na faixa etária dos 25 a 49 anos 10% (345.865) já receberam a primeira toma e 4% (138.923) estão totalmente vacinados contra o novo coronavírus.

Lisboa e Vale do Tejo é agora a região onde foram administradas mais vacinas, com um total de 888.770 doses, seguindo-se o Norte (876.591), o Centro (553.844), o Alentejo (166.527), o Algarve (97.785), a Madeira (69.737) e os Açores (48.495).

No que se refere à cobertura vacinal, 11% da população do Alentejo já tem a vacinação completa, ao que se segue o Centro com 9%, a Madeira com 8%, os Açores com 7% e o Norte, Lisboa e Vale do Tejo e o Algarve, todas com 6%.

Desde o início da vacinação, no final de dezembro de 2020, Portugal recebeu um total de 2.983.590 vacinas, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação do país 2.679.813 doses.

A Covid-19 já matou em Portugal 16.956 óbitos dos 832.891 casos confirmados doença, segundo a Direção-Geral da Saúde.

* Atualizado às 12h54

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de