Mais de 30 arguidos após buscas por suspeita de desvio de milhões de fundos europeus

Operação Showroom aconteceu nas zonas de Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Porto, Portalegre, Santarém e Setúbal.

A Polícia Judiciária e o Ministério Público fizeram, esta terça-feira, dezenas de buscas por todo o país no âmbito de uma operação de combate à fraude em que terão sido desviados largos milhões de euros vindos de fundos europeus, avançou a CNN.

Vários empresários e empresas são suspeitos de se terem candidatado a subsídios da União Europeia desviando, depois, o dinheiro para proveito próprio.

A denominada Operação Showroom deu origem a 54 mandados de busca em escritórios de advogados e casas na zona de Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Porto, Portalegre, Santarém e Setúbal. Em causa estarão crimes de fraude na obtenção de subsídio e fraude fiscal qualificada.

"Na sequência das diligências, foi apreendida vasta documentação e outros elementos de prova, tendo em vista a sua análise, bem como foram constituídos 37 arguidos, 21 pessoas singulares e 16 pessoas coletivas", pode ler-se no comunicado da Polícia Judiciária.

Notícia atualizada às 15h00

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de