Polícia Judiciária apreende contas bancárias no valor de 24 milhões de euros

Seis pessoas foram constituídas arguidas.

A Polícia Judiciária anunciou, esta terça-feira, a apreensão de contas bancárias no valor de 24 milhões de euros, dando cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão. Em causa poderá estar a prática de crimes de burla qualificada, branqueamento e fraude fiscal.

"Em investigação está a transferência de quantias avultadas, depositadas em bancos estrangeiros, para contas de sociedades off-shore, em bancos nacionais, havendo suspeitas sobre a proveniência dessas quantias", lê-se em comunicado.

Além dos 24 milhões de euros, foi apreendida "diversa documentação". Seis pessoas foram também constituídas arguidas.

"A investigação prossegue no sentido de determinar, com rigor, todas as condutas criminosas e o respetivo alcance", lê-se ainda na nota.

Esta é uma investigação que resulta da operação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, devidamente enquadrada pelo Magistrado Judicial e Ministério Público.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de