Polícia Marítima interceta 22 migrantes no Algarve

Grupo é originário de Marrocos e vai ser testado à Covid-19.

A Polícia Marítima intercetou, esta segunda-feira, uma embarcação com 22 migrantes a bordo na zona de Vale do Lobo, ao largo da costa de Quarteira, no Algarve.

A informação foi confirmada pela TSF junto do comandante da Capitania do Porto de Faro, Fernando Rocha Pacheco. O responsável revelou que a embarcação foi intercetada após o alerta de um mestre de pesca que revelou haver uma "embarcação com contornos estranhos".

A Polícia Marítima enviou meios para o local e acabou por conseguir intercetar o barco, com cerca de sete metros, e os homens, perto das 5h da manhã, já quando se preparavam para desembarcar na praia de Vale do Lobo, no concelho de Loulé.

Os homens estão a ser inquiridos e vão fazer o teste à Covid-19 antes de serem entregues ao SEF. O grupo é composto por homens com idades entre os 20 e os 30 anos, que garantem ser de Al Jadida, em Marrocos, a quem já foram "garantidas as necessidades básicas, incluindo alimentação e assistência médica", informa o SEF em comunicado.

No passado dia 6, sete homens, de nacionalidade marroquina, também foram intercetados numa embarcação pela Polícia Marítima, ao largo de Olhão.

Notícia atualizada às 10h00

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de