Portugal com 73.293 casos e 146 mortes por Covid entre 21 e 27 de junho

Em relação à semana anterior, registaram-se menos 22.011 casos de infeção.

Portugal registou, entre 21 e 27 de junho, 73.293 infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2, 146 mortes associadas à Covid-19 e uma diminuição significativa dos internamentos, indicou esta sexta-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico semanal da DGS, em relação à semana anterior, registaram-se menos 22.011 casos de infeção, verificando-se ainda uma redução de 97 mortes na comparação entre os dois períodos.

Quanto à ocupação hospitalar em Portugal continental por Covid-19, a DGS passou a divulgar às sextas-feiras os dados dos internamentos referentes à segunda-feira anterior à publicação do relatório.

Com base nesse critério, o boletim indica que, na última segunda-feira, estavam internadas 1.441 pessoas, menos 302 do que no mesmo dia da semana anterior, com 81 doentes em unidades de cuidados intensivos, menos quatro.

De acordo com o boletim da DGS, a incidência a sete dias estava, na segunda-feira, nos 712 casos por 100 mil habitantes, tendo registado uma diminuição de 23% em relação à semana anterior, e o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus manteve-se nos 0,88.

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo registou 33.406 casos entre 21 e 27 de junho, menos 11.684 do que no período anterior, e 64 óbitos, menos 23.

A região Centro contabilizou 9.990 casos (menos 2.450) e 24 mortes (menos 17) e o Norte totalizou 16.383 casos de infeção (menos 5.860) e 34 mortes (menos 46).

No Alentejo foram registados 3.285 casos positivos (menos 593) e três óbitos (menos cinco) e no Algarve verificaram-se 4.452 infeções pelo SARS-CoV-2 (menos 332) e sete mortes (mais uma).

Quanto às regiões autónomas, os Açores tiveram 3.062 novos contágios entre 21 e 27 de junho (menos 327) e quatro mortes (menos cinco), enquanto a Madeira registou 2.715 casos nesses sete dias (menos 765) e 10 óbitos (menos dois), de acordo com os dados da DGS.

Segundo o relatório, a faixa etária entre os 40 e os 49 anos foi a que apresentou maior número de casos a sete dias (12.221), seguida das pessoas entre os 50 e os 59 anos (11.753), enquanto as crianças até 9 anos foram o grupo com menos infeções (3.897) nesta semana.

Dos internamentos totais, 583 foram de idosos com mais de 80 anos, seguindo-se a faixa etária dos 70 aos 79 anos (340) e dos 60 aos 69 anos (185).

A DGS contabilizou ainda 13 internamentos no grupo etário das crianças até aos 9 anos, sete dos 10 aos 19 anos, 17 dos 20 aos 29 anos, 29 dos 30 aos 39 anos, 56 dos 40 aos 49 anos e 99 dos 50 aos 59 anos.

O boletim refere também que, nestes sete dias, morreram 103 idosos com mais de 80 anos, 26 pessoas entre os 70 e 79 anos, 12 entre os 60 e 69 anos e cinco entre os 50 e 59 anos.

Relativamente à vacinação contra a Covid-19, o boletim refere que 93% da população tem a vacinação completa, 65% dos elegíveis a primeira dose de reforço e 55% dos idosos com 80 ou mais anos a segunda dose para reforçar a imunização contra o SARS-CoV-2.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de