Portugal perde mas vence grupo, Carris não mexe nos preços e outros destaques TSF

Ricardo Horta marcou logo aos cinco minutos, mas os golos de Kim Young-Gwon e Hwang Hee-Chan construíram a reviravolta coreana.

A seleção portuguesa de futebol perdeu, esta sexta-feira, o último jogo da fase de grupos do Mundial, mas manteve a primeira posição. Num jogo em que até entrou a vencer, Portugal viu a Coreia do Sul marcar o golo da reviravolta já depois dos 90 minutos.

Este mesmo golo provocou um abanão no outro jogo do grupo. O Uruguai vencia o Gana por 2-0, um resultado que apesar de garantir a vitória não garantia o terceiro lugar do grupo aos sul-americanos: para tal, tinham de marcar mais um golo. Não conseguiram, e ficaram mesmo no terceiro lugar.

Um dos momentos que marcou o jogo de Portugal foi o da substituição de Cristiano Ronaldo, que saiu visivelmente irritado do relvado. As imagens televisivas permitiram perceber que teria algo a ver com a "pressa", Fernando Santos garantiu que não foi consigo e o próprio avançado acabou por explicar: um adversário queria que se despachasse a sair do campo, Ronaldo não gostou e demonstrou-o.

Agora, segue-se a Suíça: venceu a Sérvia e encontra a equipa lusa nos oitavos de final do Mundial.

A Carris Metropolitana anunciou que não vai mexer nos preços dos passes e dos bilhetes no próximo ano.

O Ministério das Finanças anunciou que a redução do desconto do ISP em dezembro é de 3,9 cêntimos por litro de gasóleo e em 2,4 cêntimos por litro de gasolina, tendo em conta a queda dos preços.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros deu indicações às embaixadas portuguesas para reforçarem os cuidados na receção de correio, na sequência do caso das cartas armadilhadas enviadas para entidades em Espanha.

O prémio do Euromilhões esta sexta-feira é de 130 milhões de euros. Conheça aqui a chave vencedora:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de