Portugal com maior número de casos diários em mais de três meses. Dois terços na Grande Lisboa

Foram dadas como recuperadas 525 pessoas desde terça-feira. Há registo de mais 890 casos de infeção por SARS-CoV-2.

Nas últimas 24 horas não foi registada qualquer morte devido à Covid-19 em Portugal. O número de pessoas infetadas pela doença até agora é de 854.522, mais 890 desde esta terça-feira, o maior aumento desde o dia 6 de março, há mais de três meses, quando se registaram 1007 casos diários - ainda em pleno estado de emergência.

Dos 890 novos casos, 591 (66%) registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, 140 no Norte, 61 no Centro, 41 no Alentejo, 27 no Algarve, 25 nos Açores e cinco na Madeira. Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.037 pessoas.

CONSULTE AQUI O BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O número de doentes internados aumentou em 11, para 307, o valor mais elevado desde 3 de maio, no início do processo de desconfinamento. Também nas Unidades de Cuidados Intensivos há registo de uma subida, com mais quatro pessoas internadas, para um total de 70.

O Rt ou taxa de transmissibilidade desce, esta quarta-feira, para 1,05 a nível nacional (na segunda-feira estava em 1,07) mas, no que se refere apenas ao território continental, é de 1,07 (era 1,08).

Na prática, a descida do Rt conjugada com a manutenção acima do limite de 1 significa que o número de novos casos continuará a aumentar, mas uma velocidade mais baixa.

É isso que justifica que a taxa de incidência nacional tenha passado de 72,2 para 74,8 casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias. O valor referente apenas ao território continental subiu de 70,6 para 73,6,

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de