Portugal vai receber apenas 200 mil vacinas da Janssen em agosto

Entrega prevista era de 600 mil vacinas. Gouveia e Melo reitera, ainda assim, o objetivo de ter 70% da população com vacinação completa entre 5 e 12 de setembro.

Nas próximas semanas, Portugal vai continuar com dificuldades em dar seguimento à vacinação nos jovens, isto poque a escassez de vacinas tem agora um novo obstáculo: em agosto, Portugal iria receber 600 mil vacinas da Johnson & Johnson, mas a empresa vai disponibilizar apenas 200 mil, anunciou o coordenador do plano de vacinação contra a Covid-19, que diz esperar ter 70% da população com vacinação completa entre 5 e 12 de setembro.

Henrique Gouveia e Melo, que está esta sexta-feira a ser ouvido na Comissão Parlamentar de Saúde sobre o processo de vacinação, adiantou que o Ministério da Saúde "tem estado a compensar estas quebras com aquisições através de parceiros que não estejam a usar algumas destas vacinas ou a antecipar vacinas do 4.º trimestre para este terceiro trimestre".

O vice-almirante lembra que Portugal enfrenta um período de poucas vacinas, pelo que as autoridades têm de se concentrar em dar as segundas doses da vacina.

O responsável disse esperar ter 70% da população vacinada com uma dose entre 08 e 15 de agosto e com a vacinação completa entre 05 e 12 de setembro. O vice-almirante Gouveia e Melo revelou, no entanto, que "cerca de 30% da faixa dos 20 anos" está vacinada com pelo menos uma dose e sublinhou que, nesta altura, a vacinação no território nacional está adiantada.

A vacinação das crianças e adolescentes com entre 12 e 16 anos avançará "se a DGS assim o permitir".

A task force da vacinação contra a Covid-19 reconheceu, esta quarta-feira, a falta de vacinas para responder à elevada procura dos autoagendamentos de pessoas mais novas, mas salientou que continuam a ser administradas entre 100 e 110 mil doses por dia.

O coordenador do plano de vacinação avançou que as vagas para o autoagendamento estão esgotadas em alguns concelhos, devido à elevada procura face ao número de vacinas disponíveis. Na semana passada, abriu o autoagendamento para a faixa etária acima dos 23 anos.

Ainda assim, em declarações aos jornalistas, o vice-almirante Gouveia e Melo perspetivou que, no final de setembro, "praticamente toda a população" elegível para a vacinação estará vacinada.

No último relatório de vacinação da Covid-19, a Direção-Geral da Saúde anunciou que quase metade da população portuguesa, o equivalente a mais de 4,8 milhões de pessoas, já tem a vacinação completa.

Cerca de 47% dos portugueses já completaram a vacinação e 64%, mais de 6,5 milhões de pessoas, já receberam pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus.
Portugal já recebeu 12,3 milhões de vacinas, tendo sido distribuídas pelos centros de vacinação do território continental e pelas regiões autónomas mais de 11,3 milhões de doses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de