Povoações de Castro Marim abastecidas com autotanques há três meses

O problema está a afetar 500 pessoas em 35 povoações.

Há 35 povoações da serra algarvia, no concelho de Castro Marim, que estão há três meses a ser abastecidas por autotanques.

O vereador do ambiente, Vítor Rosa, adianta à TSF que as povoações são abastecidas por água de furos artesianos que secaram no pico do verão, em julho: "A população é servida através de captações de furos dos lençóis freáticos que começaram uns a secar e noutros a água começou a não ter qualidade. Acabou por ser necessário fechar esse tipo de captações e começar a abastecer as povoações, através de autotanques e já vamos nisto há três meses.#

O vereador do ambiente da câmara de Casto Marim admite que não sabe até quando será preciso manter os autotanques a abastecerem o interior do concelho e as cerca de 500 pessoas que estão há três meses sem água nas torneiras.

"Isto é realmente um problema de seca que temos aqui já com dois anos daqui a pouco. Isto depende muito da intensidade da chuva que venha. Enquanto não chover não vai haver água nos lençóis freáticos, em quantidade nuns lados e em qualidade noutros", remata.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de