Praia em Mafra interditada a banhos

Interdição teve por base uma análise efetuada pela Agência Portuguesa do Ambiente, cujos resultados revelaram "valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência.

A praia da Baleia, em Mafra, foi esta sexta-feira interditada a banhos depois de uma análise à qualidade da água ter revelado valores microbiológicos que a tornam imprópria, informou a Autoridade Marítima Nacional.

A interdição teve por base uma análise efetuada pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), cujos resultados revelaram "valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência, encontrando-se a água imprópria para banhos", pode ler-se na página da internet da Autoridade Marítima Nacional.

O capitão do Porto de Cascais, Paulo Agostinho, confirmou à TSF que a água está imprópria para banhos.

"Estamos a falar da bactéria E.Coli, que tem um limite de referência de mil partes e neste momento a indicação é na ordem dos 1350. Como tal, a indicação dada por parte do delegado regional de saúde de Lisboa e Vale do Tejo foi para interditara praia a banhos até nova análise e que estejam novamente os valores dentro dos parâmetros normais", explicou Paulo Agostinho.

O caso está a ser analisado, mas não há, para já, previsão de quando vai ser possível regressar a banhos nesta praia de Mafra.

"Naturalmente, em termos de água, temos de tentar perceber o que se passou. Nesse sentido, os serviços municipais da Câmara de Mafra estão a indagar o que poderá ter dado origem a esta situação e logo que estejam restabelecidos os parâmetros normais da água a praia irá abrir a banhos", acrescentou o capitão do Porto de Cascais.

Com base na informação da APA, o delegado de Saúde Regional determinou a interdição da praia da Baleia, no concelho de Mafra, distrito de Lisboa.

Por indicação do capitão do Porto de Cascais foram dadas instruções para que fosse hasteada a bandeira vermelha e interditados os banhos.

A situação está a ser monitorizada pela APA e a interdição a banhos irá manter-se até que os resultados das análises à qualidade da água indiquem que os valores microbiológicos se encontram dentro dos parâmetros de referência. A próxima colheita deverá ser feita na segunda-feira. Até lá, a praia vai continuar interditada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de