Prémio de Jornalismo na área da Dor para reportagem TSF "Renascidos do Cancro"

O trabalho de Cristina Lai Men, com sonoplastia de Luís Borges, foi o grande vencedor do Prémio promovido pela Fundação Grunenthal e pela Associação Portuguesa para o Estudo da Dor.

A reportagem da TSF, "Renascidos do Cancro", retrata as cicatrizes dos sobreviventes oncológicos e a sua luta por mais apoios. São doentes que venceram a guerra contra o cancro e que guardam marcas para a vida - uma realidade que afecta cerca de meio milhão de pessoas em Portugal.

Além do primeiro prémio para "Renascidos do Cancro" , o júri atribuiu um segundo prémio para a reportagem "Ir ao hospital fazer acupuntura, hipnose ou reiki", da jornalista do Público, Susana Pinheiro, e uma menção honrosa para Sara Dias Oliveira, pelo trabalho "Dor crónica, dor que mói" publicado na revista Notícias Magazine.

O trabalho de Cristina Lai Men, com sonoplastia de Luís Borges, foi emitido na TSF, em Outubro de 2018.

Este ano, a reportagem já tinha sido distinguida com o Prémio Jornalismo em Saúde, na categoria rádio, e com uma menção honrosa da Liga Portuguesa Contra o Cancro, na categoria audiovisual.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de