Presidente da República apela à ação de todos para combater a violência doméstica

Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à TSF, considerou que o problema da violência doméstica "não é de leis", mas de "cultura e mentalidade".

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apela "à ação de todos no combate ao flagelo da violência doméstica, infelizmente tão profundo em Portugal".

Numa mensagem publicada no site da Presidência, no âmbito do Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, Marcelo Rebelo de Sousa diz que "em anos de pandemia, e até à vacinação, aos números frios da violência acrescentou-se o isolamento, a quebra dos contactos, a ausência de alternativas, que condenaram tantas vítimas ao sofrimento enclausurado e silencioso".

O Presidente de República pede reflexão e ação: "As vítimas, nossas mães, filhas, tias, primas, amigas, mulheres do nosso país e, muitas vezes, da nossa vida, não são números. São pessoas. Têm caras e nomes. Portugal - cada um de nós - não as pode defraudar nem votá-las ao desespero e ao abandono."

Em declarações à TSF, Marcelo Rebelo de Sousa afirma que o problema da violência doméstica "não é de leis", mas de "cultura e mentalidade". O Presidente da República diz ainda que "as pessoas têm de saber respeitar aquilo que são o outros, a diferença dos outros, desde logo no foro doméstico".

O chefe de Estado considera que a violência contra as mulheres "exige que mudemos os comportamentos", que haja "capacidade de denúncia, de queixa e de reação" e depois que haja "meios para agir rapidamente". Marcelo Rebelo de Sousa realça que esta é "uma causa nacional" e "não pode esperar por amanhã.

De acordo com dados recolhidos pelo Observatório de Mulheres Assassinadas e pela União das Mulheres Alternativa e Responsável, do início do ano até 15 de novembro tinham morrido 13 mulheres em "relações de intimidade" e 40 tentativas de assassinato em casos de violência doméstica. No mesmo período em 2020 contabilizaram 16 mulheres mortas no mesmo contexto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de