"Problemas graves na escala." Hospital de Leiria sem urgência de ortopedia

O sindicato independente dos médicos alerta que o último médico saiu do hospital às 09h00 e "não há ninguém escalado para hoje".

A escala de urgência do Hospital de Leiria ficou, esta sexta-feira, a partir das 09h00, sem médicos ortopedistas.

Em declarações à TSF, José Carlos Almeida, do sindicato independente dos médicos, diz que "desde há vários anos que a escala de urgência tem tido deficiências nas diversas especialidades" e explica que, neste momento, há apenas um ortopedista a trabalhar em todo o hospital.

"Neste momento, temos problemas graves na escala de urgência da ortopedia do hospital de Leiria, não está ninguém escalado para hoje", refere, acrescentando que "não há ninguém, há um colega que está de residência interna até às 13h00".

As dificuldades são antigas no Hospital de Leiria e o sindicato independente dos médicos avisa que o problema, que está a acontecer esta sexta-feira, vai repetir-se no final do mês, mas em outra especialidade.

Nos últimos dois fins de semana de outubro, afirma, "a escala de cirurgia também está comprometida porque, segundo as informações que chegaram ao sindicato independente dos médicos, não há ninguém escalado de cirurgia".

José Carlos Almeida receia que os doentes acabem por ter de ser enviados para outros hospitais.

"Não sei se o Conselho de Administração vai conseguir tirar três ortopedistas da manga na escala de urgência. Se o fizer, vai pôr em risco o atendimento aos doentes que estejam em enfermaria, vai ter de desmarcar consultas que estejam agendadas. A solução passará talvez por encerrar a urgência da ortopedia quando não houver médicos e referenciar os doentes para outros hospitais", sublinha.

Em resposta enviada à TSF, o Centro Hospitalar de Leiria confirma que "não foi possível preencher a escala de urgência de Ortopedia entre as 09h00 e as 20h00".

"Estão ortopedistas a trabalhar no hospital no internamento para apoio aos doentes internados. O pequeno e grande trauma são encaminhados para outras unidades de saúde da região e o CHL está inclusivamente articulado com o seu hospital de referência, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Esta situação foi comunicada ao INEM e ao CODU", lê-se na nota.

O Centro Hospitalar de Leiria refere ainda que, quanto às escalas futuras, "está a desenvolver todos os esforços para ultrapassar as eventuais falhas, tendo sempre em consideração que o SNS funciona em rede e que a segurança dos doentes e profissionais não pode ser posta em causa".

* Notícia atualizada às 12h59

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de