Proteção Civil registou 87 ocorrências devido ao temporal nos Açores

A Proteção Civil ressalva que "não há registo de danos pessoais".

A Proteção Civil dos Açores registou durante a manhã desta sexta-feira 11 novas ocorrências relacionadas com o mau tempo, totalizando 87 identificadas desde a meia-noite em todo o arquipélago.

Em comunicado, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) esclarece que, a partir das 08h00 e até cerca das 12h00, contabilizou 11 situações "relacionadas com quedas de árvores, inundações de vias, obstruções de vias, derrocadas e quedas de elementos".

Na ilha de São Miguel foram registadas durante a manhã 10 ocorrências e na ilha Terceira um novo incidente.

"Não há registo de danos pessoais", ressalva a Proteção Civil.

O mau tempo que se fez sentir durante a madrugada levou ao registo de um total de 87 ocorrências: 76 em São Miguel, nove na ilha Terceira, uma em Santa Maria e outra no Pico.

O transbordo de uma ribeira nas Feteiras, concelho de Ponta Delgada, obrigou a realojar 15 pessoas e provocou o arrastamento de 15 viaturas.

Em comunicado, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) esclareceu estar em causa a "passagem de uma superfície frontal fria com ondulações que tem condicionado o estado do tempo no arquipélago".

"Na freguesia das Feteiras, concelho de Ponta Delgada, em São Miguel, uma ribeira transbordou, tendo provocado o arrastamento de 15 viaturas e afetado 13 moradias, motivo pelo qual foi necessário realojar (em casa de familiares) 15 pessoas", indica a Proteção Civil.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou na quinta-feira para laranja os avisos meteorológicos relativos às ilhas dos grupos Oriental e Central dos Açores por causa das previsões de chuva por vezes forte, acompanhada de trovoada.

O IPMA emitiu ainda aviso laranja para as ilhas de São Miguel e Santa Maria, entre as 21h00 de quinta-feira e as 09h00 de hoje, por causa das previsões de vento, com rajadas até 115 quilómetros por hora.

O aviso laranja é o segundo mais grave e representa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.

São Miguel e Santa Maria têm também ativos avisos amarelos para a agitação marítima, devido à previsão de ondas de cinco a seis metros até às 12h00 de hoje.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de