Protestos pró-Bolsonaro continuam, professores "maltratados" em greve e outros destaques TSF

Manifestações estão a provocar falhas no abastecimento dos supermercados brasileiros.

As eleições estão concluídas e o resultado já foi reconhecido por Bolsonaro, mas a situação no Brasil parece estar longe de resolvida. Os apoiantes do ainda Presidente estão a protestar em várias cidades, como Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, e já houve recurso a canhões de água e gás lacrimogéneo por parte da polícia. À TSF, um manifestante em São Paulo disse aquilo de que não tem dúvidas: "Isto é uma faísca e vai pegar fogo."

Em Portugal, o dia foi de greve nacional de professores. "Maltratados", foram à Assembleia da República "lutar pelos seus direitos", aproveitando a presença do ministro da Educação, ouvido no âmbito do Orçamento do Estado para 2023. Mas João Costa não foi de especial conforto: reconhece que há dificuldades em chamar gente - principalmente nova - para uma carreira pouco atrativa.

"Alexei" é um dos milhares de russos que saíram do país liderado por Putin quando este anunciou a mobilização de reservistas. Não quer matar ucranianos. Aos 37 anos, corria o risco de ser chamado para tal. Se acontecer, já está longe. Em Portugal.

No dia em que o primeiro-ministro, António Costa, admitiu o início do fim dos vistos gold, com o Governo a avaliar a sua continuidade, alguns partidos já apresentaram propostas para garantir, em sede de Orçamento do Estado, que acabam mesmo.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses entregou um pré-aviso de greve para os dias 17, 22 e 23 de novembro.

Em 2021, as temperaturas subiram mais na Europa do que em qualquer outra parte do mundo. Entre 1991 e 2021, o aumento foi, em média, de 0,5 ºC por década. Dos acontecimentos registados em 2021, 84% foram inundações ou tempestades. Estes são apenas alguns dos dados - a ponta do icebergue - do relatório "O Estado do Clima na Europa", que pode conhecer abaixo:

A presidente executiva da TAP avisa que uma greve na empresa, até ao final do ano, seria "um desastre" para o futuro da companhia aérea. O Sindicato do Pessoal de Voo da Aviação Civil, denuncia "um sentimento de revolta e estrangulamento" a "nível físico e psicológico" nos trabalhadores.

A Reserva Federal norte-americana anunciou mais uma subida de 75 pontos base na sua taxa de juro: é o sexto aumento desde março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de