PSP detém homem que agrediu enfermeiro em Ponta Delgada

O secretário regional lamentou a "agressão física" ao profissional de saúde e elogiou a atuação "célere e eficaz" da polícia.

O secretário regional da Saúde dos Açores lamentou este sábado a "agressão física" a um enfermeiro afeto ao centro de testagem para despiste da Covid-19 em Ponta Delgada, salientando a atuação "célere e eficaz" da polícia, que deteve o presumível agressor.

A PSP anunciou ter detido na quarta-feira, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, um homem de 31 anos pelo crime de desobediência, por ter "recusado identificar-se".

De acordo com o Comando Regional da PSP, o homem é suspeito da "prática do crime de ofensas à integridade física contra a equipa do Centro de Testes covid-19" a funcionar no parque de estacionamento do Centro de Saúde de Ponta Delgada.

Numa nota enviada às redações, o secretário regional da Saúde e Desporto mostra-se "solidário com o profissional de saúde em questão e com todos os que neste período difícil dão o seu melhor em favor da causa pública".

Clélio Meneses sublinha que desde março do ano passado os profissionais de saúde desenvolvem "com dedicação e muito mérito um trabalho de reconhecida eficácia", em todas as ilhas açorianas.

"Não sendo inédito o comportamento menos próprio por parte de algumas pessoas, nos centros de testagem, este ultrapassou a fasquia do bom senso e atentou contra a dignidade do profissional de saúde em causa. Este é o momento de renovar a nossa admiração e o nosso agradecimento pelo trabalho abnegado dos profissionais de saúde em todas as ilhas", sublinha Clélio Meneses, citado na nota do executivo açoriano, de coligação PSD/CDS-PP/PPM.

O titular pela pasta da Saúde nos Açores vai fazer chegar esta nota de solidariedade à Secção Regional da Ordem dos Enfermeiros na região.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de