Quatro mil casos diários? "Essa possibilidade já tinha sido avançada pela ministra da Saúde"

Diogo Serras Lopes não descarta a possibilidade de o país vir a registar picos de quatro mil casos diários, mas acredita na "capacidade bastante elástica" do SNS.

"Essa possibilidade já tinha sido avançada pela ministra da Saúde numa conferência anterior." Foi assim que Diogo Serras Lopes, secretário de Estado da Saúde, respondeu, quando confrontado com o estudo publicado esta quarta-feira na Acta Médica Portuguesa, que antecipa que Portugal venha a registar, em novembro, entre 3500 e 4000 novos casos de Covid-19 por dia.

No entanto, a sobrelotação de unidades de saúde depende de vários fatores, como de "quando isso acontece", assinala o governante. Na perspetiva do secretário de Estado, existe uma "capacidade bastante elástica" de resposta do SNS, com 21 mil camas de enfermaria e 1500 camas dedicadas a utentes com Covid, número que demonstra uma significativa capacidade de expansão.

"Vamos continuar a adequar a resposta do SNS", garante Diogo Serras Lopes.

De acordo com o artigo da Acta Médica, "um pico superior a 4000 casos por dia afigura-se perfeitamente possível, a menos que nas próximas semanas ocorram alterações drásticas na frequência de contágios entre portugueses". Os autores do estudo são da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra e do Centro Médico Universitário de Utrecht (Holanda).

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de