Rangel quer liderar PSD, Governo diminui ISP dos combustíveis e outros destaques TSF

Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais diz que redução do imposto deve impactar a gasolina em dois cêntimos.

O eurodeputado Paulo Rangel apresentou, esta sexta-feira, a candidatura à liderança do PSD e garante ter "todas as condições para unir o PSD" e "vencer as eleições legislativas de 2023" com um Governo "estável". A primeira medida se for eleito líder partidário já ficou prometida: propor o regresso dos debates quinzenais com o primeiro-ministro.

O Governo decidiu repercutir na diminuição das taxas de ISP os cerca de 60 milhões de euros de IVA que arrecada face ao aumento do preço médio de venda ao público os combustíveis, anunciou o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. O imposto sobre a gasolina deve baixar dois cêntimos e a redução sobre o gasóleo deve ser de um.

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, defende que o aumento dos preços, nomeadamente dos combustíveis, deve ser temporário, apesar de "aparentemente descontrolado".

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos revelou a proposta de tarifas para 2022, ano em que "as tarifas de Acesso às Redes observam reduções significativas em todos os níveis de tensão". A Baixa Tensão Normal (BTN), usada pela maioria dos consumidores vai sofrer uma redução de 52,2% face ao preço atual.

O líder do PSD, Rui Rio, anunciou ao início da tarde que vai propor ao partido o voto contra o Orçamento do Estado para 2022. Rio fala de uma ausência de "estratégia de longo prazo".

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, adianta que a vacinação em simultâneo contra a Covid-19 e a gripe inicia-se na segunda-feira, abrangendo cerca de dois milhões de pessoas com 65 ou mais anos.

Um deputado britânico de 69 anos do Partido Conservador, David Amess, morreu depois de ter sido esfaqueado várias vezes durante uma reunião com eleitores. O suspeito, um homem de 25 anos, foi detido no local.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de