Recomendações para vacinação dos mais jovens, a morte de Olga Prats e outros destaques TSF

Direção-Geral da Saúde vai esperar por mais informações para decidir sobre o acesso universal à vacina dos jovens com entre 12 e 15 anos.

A Direção-Geral da Saúde recomendou, esta sexta-feira, que os jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades que possam dar origem a casos graves de Covid-19 sejam vacinados de forma prioritária. Ainda assim, a decisão sobre o acesso universal dos jovens nessa faixa etária à vacina vai depender de mais dados científicos.

A pianista Olga Prats morreu, esta sexta-feira, aos 82 anos, vítima de doença oncológica. Na TSF, Gabriela Canavilhas destacou-a como uma inspiração.

Com o certificado digital de vacinação contra a Covid-19 a ganhar cada vez mais poder em Portugal, há quem não consiga ter acesso ao documento. É o caso da mãe de Hélder Cordeiro que, aos 90 anos, não consegue aceder ao documento.

A Reportagem TSF volta, esta sexta-feira, às linhas nacionais de comboio. Portugal tem hoje, em quilómetros, uma extensão de ferrovia idêntica ao que tinha em 1893. Sucedem-se, agora, os anúncios de remodelações de linhas, compra de material circulante.

O Estado vai pagar o salário de trabalhadores que queiram estudar, uma promessa do PS inscrita no último programa eleitoral. O programa terá custo zero para as empresas e é financiado por fundos europeus.

O coordenador da task force de vacinação contra a Covid-19 alertou esta sexta-feira que só será possível cumprir o calendário para vacinar os jovens antes do início do ano letivo se houver uma redução do intervalo entre doses.

Esta sexta-feira foi também dia de alerta sobre sangue: as reservas do tipo negativo estão em níveis baixos.

Entre abril e junho deste ano morreram cinco mulheres em contexto de violência doméstica e apenas um homem. As seis pessoas foram vítimas de homicídio voluntário em contexto de violência doméstica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de