Reforço da vacinação não significa "que as pessoas tenham perdido a proteção" da primeira fase

A diretora-geral da Saúde lembra que "a pandemia não acabou" e que "há um aumento da atividade viral enorme em Portugal e em toda a Europa".

A diretora-geral da Saúde apela aos portugueses elegíveis para a terceira dose da vacina contra a Covid-19 para que estes façam o reforço da vacinação, uma vez que isso permitirá atingir um "patamar de imunidade que lhes dê conforto no inverno".

"O esquema primário de vacinação deu proteção suficiente e muito boa durante meses e meses. Não quer dizer que as pessoas tenham perdido a proteção. O reforço é para voltarem a um patamar de imunidade que lhes dê conforto no inverno e esse conforto representa quer para a gripe quer para a Covid-19 não ter doença grave no inverno", sustenta Graça Freitas em conferência de imprensa.

Graça Freitas explica que a fase de vacinação atual tem patamares de prioridades, sendo que os recuperados vão entrar num desses patamares, estando a ser desenvolvido "um sistema que permitirá a sua convocatória".

A diretora-geral da Saúde lembra que "a pandemia não acabou" e que "há um aumento da atividade viral enorme em Portugal e em toda a Europa".

Na mesma conferência de imprensa, o secretário de Estado da Saúde António Lacerda Sales, sublinha que "se hoje Portugal é um caso de sucesso no que toca à vacinação deve-o aos portugueses que confiam no SNS e aos profissionais de saúde que nunca baixaram os braços", mas acrescenta que "temos de continuar a ter uma atitude preventiva".

De acordo com o governante, se "as duas doses foram essenciais para darmos um passo em frente no regresso à normalidade, a terceira dose e a vacinação contra a gripe é crucial para evitarmos dar um passo atrás".

Lacerda Sales sustenta que está a ser feito um esforço "para não deixar ninguém para trás" e lembra que "este fim de semana teremos casa aberta de norte a sul do país para podermos vacinar os maiores de 80 anos que ainda não foram vacinados".

"Na próxima semana vamos iniciar a vacinação dos profissionais de saúde e na semana de 22 a 27 iniciaremos a vacinação dos profissionais do setor social e dos bombeiros envolvidos no transporte de doentes", remata.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de