Reguengos de Monsaraz vai no sexto dia sem novos casos na comunidade

O concelho de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, tinha, na segunda-feira, 126 casos ativos, menos um do que no domingo.

Reguengos de Monsaraz cumpriu, na segunda-feira, o sexto dia consecutivo sem registar novos casos de covid-19 na comunidade, após o surto detetado num lar da cidade que já fez 16 mortos, informou esta terça-feira a câmara municipal.

Segundo a atualização da situação epidemiológica, divulgada pelo município, o concelho de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, tinha, na segunda-feira, 126 casos ativos, menos um do que no domingo.

O número de pessoas que recuperaram da doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 subiu para 20, nomeadamente 15 na comunidade e cinco funcionários do lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), onde surgiu o surto em 18 de junho.

A mais recente atualização do boletim epidemiológico do concelho mostrou também que não se registaram vítimas mortais nas últimas 24 horas, o que aumenta para cinco o número de dias consecutivos sem mortes resultantes do surto detetado no lar da FMIVPS.

Do valor total de casos ativos no concelho, segundo o município, registam-se 86 na FMIVPS, nomeadamente 20 trabalhadores e 66 utentes, além de 40 na comunidade.

Estes números verificam-se "num universo de cerca de 2.080 testes com resultado conhecido" até segunda-feira, adiantou a câmara municipal, indicando que "estão planeados para hoje e quarta-feira mais cerca de 30 testes".

Em relação aos doentes internados no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), o número total mantém-se em 11, mas, nas últimas 24 horas, um dos utentes do lar teve alta e uma pessoa da comunidade foi internada.

Assim, de acordo a atualização da situação epidemiológica do concelho, estão internados no HESE nove utentes do lar, dos quais quatro em cuidados intensivos, e duas pessoas da comunidade, uma em cuidados intensivos e a outra em enfermaria.

Com a situação no lar, o concelho de Reguengos de Monsaraz regista o maior surto no Alentejo da doença da covid-19 provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

Portugal contabiliza pelo menos 1.662 mortos associados à covid-19 em 46.818 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de