Regulação do lóbi travada, vacinas e testes exigidos juntos e outros destaques TSF

Esta terça-feira devia ter sido votado um texto comum entre PS, CDS e PAN, mas houve um pedido para adiamento. O PS foi acusado de "deslealdade" pelo CDS e pelo PAN.

A votação do texto consensualizado, ao longo dos últimos meses, entre PS, CDS e PAN, estava marcada para esta tarde, na Comissão de Transparência, Ética e Estatuto dos Deputados, mas a bancada socialista pediu o adiamento (sem data), o que, na prática, implica que o lóbi já não será regulado, nesta legislatura.

É um hipotético apertar de regras recebido de formas diferentes entre os empresários da noite e os promotores de espetáculos. Álvaro Covões, porta-voz da Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos revelou à TSF que prefere que tudo não passe de um "diz que disse" com autoria do presidente do Chega. Já no setor das discotecas, o ambiente parece ser de algum alívio perante a notícia. O presidente da Associação Nacional de Discotecas afirma que o receio era que surgissem "outras medidas mais restritivas".

Jerónimo de Sousa saiu da reunião com António Costa esta terça-feira com a convicção de que o Governo não vai aplicar restrições significativas para combater a subida dos números da pandemia.

A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, negou um possível novo confinamento ou o regresso do estado de emergência, considerando que ambos estão "completamente fora da mesa". A líder do partido considera que tal "seria difícil de explicar às pessoas" depois da crise política e do ano pandémico.

Apesar de os números da pandemia continuarem a subir em Portugal, Francisco Rodrigues dos Santos pediu que não se plante uma "cultura de medo e histeria", uma vez que os dados dos especialistas indicam que o número de infetados não tem tido um impacto significativo no número de internamentos e mortes.

Já a coordenadora do BE, Catarina Martins, exige ao Governo um reforço do Serviço Nacional de Saúde para enfrentar a nova vaga da pandemia e para responder à campanha de vacinação em curso.

Para fazer com que os preços dos combustíveis desçam, Joe Biden ordenou a libertação de 50 milhões de barris de petróleo. O Presidente desafiou mais cinco países a fazerem o mesmo. Será uma operação inédita. Nunca 6 países libertaram em simultâneo parte das reservas estratégicas de petróleo.

Os sauditas do Al-Hilal, treinados pelo português Leonardo Jardim, conquistaram pela quarta vez a Liga dos Campeões asiática, isolando-se na liderança do ranking, ao baterem os sul-coreanos do Pohang Steelers por 2-0, em Riade.

"Entre internamentos normais e Cuidados Intensivos (CI) temos cerca de 70 doentes internados", contabiliza à TSF a administradora do CHUA. Ana Varges Gomes admite que "isto já começa a fazer alguma interferência na atividade do dia-a-dia".

No espaço, o cenário proposto é o seguinte: e se, um dia, algo entrar em rota de colisão com a Terra? Que opções temos para nos defendermos? A NASA quer saber se enviar algo - neste caso uma sonda - contra o foco de perigo é uma opção viável.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de