Relatório aponta Guimarães como referência no combate às alterações climáticas

Câmara Municipal de Guimarães realça ainda que o concelho é também "uma das cidades que mais valorizou".

A cidade de Guimarães é uma das cidades "melhor preparadas e com mais capacidade de resposta" às alterações climáticas, adiantou esta terça-feira a autarquia, citando um relatório de fevereiro da Rede Carbon Disclosure Project (CDP).

Em comunicado à Lusa, a Câmara Municipal de Guimarães realça ainda que, em fevereiro, aquela organização não-governamental considerou que o concelho é também "uma das cidades que mais valorizou e reforçou as suas preocupações ambientais", sendo que obteve a segunda classificação mais alta da escala de avaliação, inserindo-se no grupo que representa 10% das cidades mais bem classificadas em todo o mundo.

Esta terça-feira, o CDP, num outro estudo, divulgou que centenas de cidades do mundo já estão a sentir os efeitos das alterações climáticas, como Lisboa, Porto, Braga, Cascais e Guimarães, em Portugal, mas só metade está a tomar medidas.

Já segundo o relatório de fevereiro, Guimarães é "uma cidade líder que demonstra melhores práticas em adaptação e mitigação, tem definidas metas ambiciosas e realistas, e tem demonstrado progresso para atingir essas metas".

"Um dos eixos da política municipal desde 2013 é a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia. Grupos temáticos e segmentados efetuaram um trabalho intenso no sentido de avaliar e reportar informação para que Guimarães seja hoje uma cidade líder que demonstra melhores práticas em adaptação e mitigação às alterações climáticas", refere o primeiro relatório do CDP, datado de fevereiro.

Como exemplos de "medidas de adaptação", a autarquia aponta a construção das bacias de retenção, inauguradas em junho de 2015, uma intervenção que "teve como principal objetivo a melhoria e a manutenção da função hidráulica da Ribeira da Costa, constituindo uma solução para evitar cheias no centro da cidade".

Foram assim criadas, salienta o município, "três bacias de retenção a funcionarem apenas em alturas de picos de pluviosidade intenso, no sentido de evitar inundações na parte baixa da cidade. Desde 2015, após a entrada em funcionamento das bacias de retenção, não houve mais nenhum episódio de cheias na zona baixa da cidade, até então crítico no que diz respeito às inundações no espaço urbano".

Outra medida adotada por Guimarães foi a construção da Academia de Ginástica, inaugurada em 2017, sendo "um edifício ambientalmente sustentável e de referência, com um elevado grau de eficiência energética, ao consumir a energia produzida pela própria infraestrutura, com recuperações de calor e consumos energéticos compatíveis com o uso, próximos da autossustentabilidade", que se "interliga igualmente com a Ecovia de Guimarães, cuja inauguração foi em 2018".

A câmara refere ainda outras medidas: "a abertura do concurso para adjudicação de serviço de transporte público com uma taxa superior a 50% de autocarros 100% elétricos, a criação de mais de três dezenas de Brigadas Verdes (com o objetivo da proteção do património natural), a transformação de prédios sociais em edifícios ambientalmente sustentáveis, a intervenção, em concurso de obra, de mais de 300 habitações sociais", enumera.

"Acresce a todas estas ações os programas educativos ambientais em todas as Escolas, com 50 estabelecimentos de ensino considerados Eco Escolas e o Ecoparlamento, um dos projeto-chave do Programa Ecológico de Guimarães para a Aprendizagem do Desenvolvimento Ambiental Sustentável - PEGADAS", lê-se.

De realçar ainda, segundo a autarquia, que "além da regeneração da fauna e flora autóctones das margens dos rios, verifica-se um aumento das áreas verdes em todo o município, onde se integra a rota da biodiversidade da montanha da Penha"

A autarquia garante também a existência de "planos estratégicos e abrangentes para assegurar que as ações que estão a adotar reduzirão os impactos climáticos e a vulnerabilidade dos cidadãos, empresas e organizações instaladas no território".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados