Restrições à circulação não tiveram qualquer impacto no 1.º fim de semana de confinamento

O confinamento geral não impediu milhares de portugueses de sair à rua no passado fim de semana.

As restrições à circulação não tiveram qualquer impacto no primeiro fim de semana depois de implementado o novo confinamento geral.

Enquanto nos dias úteis se registou uma diminuição da mobilidade, no último sábado e domingo esta foi idêntica à dos fins de semana anteriores, conclui a consultora de análise de dados PSE.

Em declarações à TSF, Nuno Santos, especialista da consultora que que tem avaliado as mudanças na mobilidade dos portugueses durante a pandemia, revela que "as medidas neste fim de semana não tiveram impacto no sentido de inibir a circulação".

Nos dias úteis do primeiro confinamento, em março, a mobilidade caiu entre 40 a 50 pontos percentuais. Agora, na segunda-feira, a redução de pessoas na rua foi de apenas 10%.

Nuno Santos espera que, com as medidas anunciadas esta segunda-feira por António Costa, haja menos movimento aos fins de semana.

Nos dias úteis não são esperadas grandes mudanças, já que em média 60% da população mantêm-se em circulação porque tem mesmo de o fazer para trabalhar.

O Governo decidiu esta segunda-feira reforçar algumas medidas adotadas no período de confinamento geral, quatro dias após terem entrado em vigor, depois de uma reunião do Conselho de Ministros extraordinário.

A proibição de circulação entre concelhos vai voltar a ser aplicada aos fins de semana no território continental, o comércio volta a encerrar às 13h00 e as forças de segurança vão ter mais visibilidade na via pública e reforçar a fiscalização.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de