Retirado corpo de trabalhador que caiu numa pedreira em Vila Viçosa

O corpo do homem que caiu numa pedreira em Vila Viçosa foi retirado pelas autoridades.

O corpo do trabalhador que sábado caiu numa pedreira em Vila Viçosa foi retirado do local.

As autoridades confirmaram que o corpo estava e soterrado a cerca de 24 metros de profundidade e que foi localizado por volta das 12h00.

O corpo do homem, de 50 anos, foi retirado da pedreira, cheia de água, por mergulhadores da Força Especial de Proteção Civil e da GNR, revelou Maria João Rosado, a 2.ª comandante distrital de operações de socorro de Évora, à Lusa.

O corpo vai ser transportado para os serviços de Medicina Legal em Évora.

O homem conduzia uma máquina que estava a fazer uma manobra de descarga de pedra quando, no sábado de manhã, caiu para o interior da pedreira.

O homem conduzia uma máquina que estava a fazer uma manobra de descarga de pedra quando, no sábado de manhã, caiu para o interior da pedreira, de uma altura de "cerca de 30 metros".

A vítima de 50 anos residia no concelho vizinho de Borba.

Os trabalhos para resgatar o manobrador do 'dumper', que transportava pedras, tinham sido iniciados, durante a tarde de sábado, por mergulhadores da Força Especial de Proteção Civil e bombeiros da corporação de Reguengos de Monsaraz, que procederam a três mergulhos.

O comandante dos bombeiros de Vila Viçosa, Nuno Pinheiro, relatou à Lusa que o acidente ocorreu quando se procediam a trabalhos para "entulhar" e fechar a pedreira, localizada junto à estrada entre Vila Viçosa e Bencatel.

Este acidente aconteceu quase um ano depois do desastre ocorrido no concelho vizinho de Borba, que provocou cinco mortos, devido ao aluimento de parte de uma estrada municipal que arrastou terra e pedras para o interior de duas pedreiras.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados