Retoma total do setor do turismo só deverá acontecer em 2023

O verão de 2023 é apontado como o momento da retoma total do setor do turismo pelo Barómetro de Turismo do IPDT.

O painel do Barómetro de Turismo do IPDT indica que a retoma total no setor só deverá acontecer em 2023, de acordo com um estudo, enviado esta quinta-feira à Lusa.

"No que se refere à retoma plena do setor, os membros do painel do Barómetro do Turismo não acreditam que em 2022 já possamos estar ao mesmo nível de 2019, no que se refere ao desempenho do turismo. No entanto, apontam o verão de 2023 como o momento da retoma total do setor", lê-se no documento.

Segundo o IPDT - Turismo e Consultoria, "a progressiva abertura dos mercados externos e os avanços nas campanhas de vacinação permitem antecipar um verão com sinais de retoma, se a pandemia se mantiver controlada no nosso país".

No entanto, a entidade avisa que "este era o cenário na primeira quinzena de junho, com perspetivas otimistas para o verão de 2021, no entanto, o recente aumento do número de casos de Covid-19 no nosso país e as consequentes alterações verificadas podem constituir um revés para o setor".

De acordo com o presidente do IPDT, António Jorge Costa, "a evolução da doença em Portugal nos próximos dias/semanas e a progressão da campanha de vacinação deverão ditar a confirmação destas expectativas", lê-se na mesma nota.

O painel do IPDT concluiu ainda que "o nível de confiança médio no desempenho do turismo atingiu, em junho de 2021, os 72 pontos: um aumento de cinco pontos face ao último registo de janeiro deste ano".

De acordo com o barómetro, "no conjunto das opiniões, os mercados emissores estrangeiros que deverão registar melhor desempenho em 2021 são os de proximidade, com destaque para Espanha, França e Alemanha".

Paralelamente, o painel espera "que mercados como a China, Japão e Brasil se mantenham em quebra".

Quanto ao Plano do Governo 'Reativar o Turismo | Construir o Futuro, para estimular a economia e a atividade turística' "é bem visto pela maioria dos" inquiridos, sendo a "média ponderada das respostas, numa escala de 1 a 5, de 3,41 pontos".

O painel do IPDT integra 170 decisores do turismo nacional, incluindo académicos especializados e profissionais que lideram as principais entidades públicas e privadas do setor.

Para este trabalho, a entidade recebeu 73 respostas, entre 7 e 16 de junho deste ano.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de