Retomadas as ligações fluviais entre Lisboa e a margem sul do Tejo

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão a Lisboa, enquanto a Soflusa garante a travessia entre o Barreiro e o Terreiro do Paço (Lisboa).

As ligações fluviais entre Lisboa e a margem sul do Tejo foram restabelecidas cerca das 6h00, depois de terem sido suspensas na quinta-feira por causa do mau tempo, segundo a Transtejo/Soflusa.

De acordo com a informação disponível na página da empresa na internet, "em virtude do desagravamento das condições atmosféricas adversas, o serviço de transporte público fluvial encontra-se restabelecido em todas as ligações".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) tem, esta sexta-feira, sob aviso laranja (o segundo mais grave) doze distritos de Portugal continental e a costa norte da Madeira devido sobretudo à agitação marítima.

Leiria, Santarém e Portalegre estão sob aviso laranja também devido às previsões de precipitação forte entre as 12h00 e as 15h00 nos dois primeiros casos e entre as 12h00 e as 18h00 no caso de Portalegre.

O mau tempo em todo o país, causado pela depressão Elsa, já provocou mais de 5.400 ocorrências, a maioria quedas de árvores, desde quarta-feira, segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Entretanto, o IPMA alertou também para os efeitos de uma nova depressão, denominada Fabien, que atingirá Portugal no sábado.

Segundo o IPMA, o Norte e o Centro serão as zonas do país mais afetadas por esta depressão, estando previstos intensos períodos de chuva e fortes rajadas de vento.

Contudo, prevê-se que os efeitos da depressão Fabien não apresentem em Portugal continental a mesma intensidade do que os da tempestade Elsa, "em particular em termos de vento e com mais significado em termos de precipitação".

O IPMA prevê uma melhoria gradual do estado do tempo a partir de domingo.

SAIBA AQUI TUDO SOBRE A DEPRESSÃO ELSA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de