Risco extremo de Covid-19 é agora quase um exclusivo do Interior do país

Situação mais grave afastou-se das grandes cidades.

Quase todos os municípios com um grau de risco extremamente elevado de contágio com Covid-19 estão agora localizados no Interior do país. É isso que revela o novo boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) que voltou, como é habitual à segunda-feira, a atualizar os números por concelho.

Os números, publicados esta segunda-feira, 28 de dezembro, mas referentes ao período de 7 a 20 de dezembro, mostram que depois de meses a afetar em força concelhos do Grande Porto ou da Grande Lisboa, agora o risco extremamente elevado é quase um exclusivo do Interior do país.

Tal como na semana passada, no topo dos 308 concelhos com mais novos casos de coronavírus, numa avaliação per capita (número de novos diagnósticos nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes), continua a surgir Vimioso, no distrito de Bragança (Trás-os-Montes).

Depois de Vimioso, seguem-se, por ordem decrescente mas sempre com números "extremamente elevados" (acima dos 960 casos por 100 mil habitantes), Castelo de Vide, Marvão, Mourão e Panamacor, mas também Tabuaço, Gavião, Mora, Chaves, Mondim de Basto, Armamar, Alfândega da Fé, Monforte e Alter do Chão.

É preciso chegar ao décimo quinto lugar da lista para encontrar um município de um distrito do Litoral: Esposende.

Aliás, dos 26 concelhos que têm esta segunda-feira risco extremamente elevado de contágio - ou seja, menos quatro que há uma semana -, apenas cinco ficam localizados em distritos do Litoral.

Concelhos como Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Famalicão e Guimarães desceram do limite de 960 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e deixaram o nível de risco "extremamente elevado", passando para um risco considerado apenas "muito elevado" pelas autoridades de saúde.

Pode consultar a lista completa de novos casos per capita de Covid-19, por município, no seguinte link da DGS.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de