Rui Moreira vai a julgamento, nova indicação sobre vacina da Astrazeneca e outros destaques TSF

Poucos dados sobre a mistura de diferentes vacinas contra a Covid-19 levam os responsáveis europeus a recomendar a toma da segunda dose da vacina da Astrazeneca por pessoas que já tenham tomado a primeira da mesma farmacêutica.

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, ficou esta terça-feira a saber que vai a julgamento no processo Selminho. O autarca está acusado de favorecer a imobiliária da família em detrimento do município do Porto e garante que os desenvolvimentos mais recentes do caso não vão interferir na avaliação sobre a recandidatura à autarquia. A Juíza de Instrução Criminal Maria Antónia Ribeiro já fez saber que é "solidamente previsível" que Rui Moreira seja condenado.

Na atualidade pandémica, o Centro Europeu para o Controlo de Doenças fez saber que as pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina da AstraZeneca devem receber a segunda dose da mesma vacina, devido à pouca informação disponível sobre mistura de fármacos.

A poucas horas do fecho do campeonato da Primeira Liga de futebol, a PSP já prepara o último jogo do campeão Sporting, que recebe o Marítimo. Para evitar novas aglomerações, a polícia não vai deixar que os adeptos se concentrem à volta do estádio. A PSP não só apela ao cumprimento do dever cívico de recolhimento como avisa que vai cortar várias ruas.

Mas, e porque a festa do título ainda dá que falar, o PSD pediu esta terça-feira acesso aos planos da organização para essa noite.

Em Ceuta, regista-se a chegada de milhares de migrantes marroquinos. O exército espanhol e outras forças de segurança estão a controlar as ruas da cidade e a zona de fronteira. As imagens registadas no local ajudam a pintar a história.

A raspadinha do património ainda não está disponível mas já preocupa o Conselho Económico e Social, que teme que esta venha a promover a injustiça social. A ministra da Cultura não comenta as críticas, mas lembra que este tipo de iniciativa já existe noutros países europeus.

O Governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, esteve hoje no Parlamento para ser ouvido sobre o Novo Banco e, na hora de avaliar a prestação do presidente António Ramalho no mesmo contexto, escolhe não fazer um julgamento definitivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de