As sanções à Rússia, a subida dos preços do gás natural e do Brent e outros destaques TSF

Também para ler, entre os destaques da manhã desta terça-feira, estão as novas tabelas do IRS que vão entrar já em vigor. O Ministério das Finanças confirmou à TSF que as tabelas de IRS vão ser alteradas já este mês, apesar do Orçamento do Estado só entrar em vigor mais tarde.

A manhã desta terça-feira fica marcada pelas reações depois da decisão de Putin ordenar a mobilização do Exército russo para "manutenção da paz" nos territórios separatistas no leste da Ucrânia, que reconheceu como independentes. De acordo com fontes europeias ouvidas pela TSF, a lista de sanções da União Europeia à Rússia "inclui 27 entidades" já sancionadas bilateralmente pelos Estados-Membros. A mesma fonte indicou que o pacote de medidas prevê Sanções "económicas e financeiras". Por outro lado, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, desvalorizou a ameaça de sanções contra o país, dizendo que "já estão habituados".

O ministro ucraniano da Defesa advertiu que o país terá de enfrentar novas "provas" e "perda" de vidas humanas. Numa mensagem ao Exército, Oleksiy Reznikov sublinha que há provas difíceis pela frente, mas que é preciso superar a dor, o medo e a desesperança.

Marcelo Rebelo de Sousa reservou mais comentários para depois do anúncio de sanções pela União Europeia, mas adiantou que "o passo que foi dado" pela Rússia, ao reconhecer duas regiões controladas por separatistas em território ucraniano, "fala por si".

Na sequência das crescentes tensões entre a Rússia e a Ucrânia, o gás natural TTF (Title Transfer Facility) para entrega em março subiu 7% no mercado holandês para 77 euros por megawatt/hora (MWh). A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em abril abriu em alta, subindo 2% no mercado de futuros de Londres, para 97,33 dólares, o que representa um novo máximo desde setembro de 2014. Já as ações caíram na Ásia e as bolsas russas abriram a perder mais de 8%.

Também em destaque estão as novas tabelas do IRS que vão entrar já em vigor. A partir de março, as famílias vão ter mais dinheiro no final do mês. O Ministério das Finanças confirmou à TSF que as tabelas de IRS vão ser alteradas já este mês, apesar do Orçamento do Estado só entrar em vigor mais tarde. No máximo, o ajustamento deverá representar cerca de 30 euros por ano, ou seja, pouco mais de 2,50 euros por mês.

Ainda na ordem do dia está a apreensão e oposição da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, em Lisboa, face à possibilidade de ocupação do espaço público num plano de filmagens noturnas previsto numa produção para a Netflix. Estas filmagens - oito noites seguidas e dois dias - causarão um impacto negativo na qualidade de vida, no direito ao descanso e tranquilidade e no direito à mobilidade dos moradores das zonas contempladas. Miguel Coelho, o presidente da Junta, diz à TSF que não está contra as filmagens, mas sim contra os constrangimentos que elas podem provocar numa freguesia com uma população envelhecida.

Por fim, as temperaturas máximas poderão atingir os 25 graus em algumas regiões de Portugal Continental, uma situação acima do normal para época. Segundo o IPMA, esta terça e quarta-feira está previsto céu pouco nublado ou limpo, mas ainda sem precipitação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de