Schindler lamenta morte de trabalhador em acidente com elevador. Causas por apurar

Empresa compromete-se a trabalhar com as autoridades para perceber o ocorrido.

A Schindler diz que ainda não é possível "apurar as causas do acidente" com um elevador que esta sexta-feira causou a morte de um técnico de uma empresa subcontratada, na sede do BPI em Lisboa.

O homem, de 40 anos, estava a trabalhar na "modernização de um elevador na Avenida Casal Ribeiro" quando o dispositivo caiu 21 andares, desde o 17.º ao -4.

Numa nota enviada à redações, a empresa confirma o ocorrido e endereça as suas primeiras palavras à família do colaborador "à qual será prestado todo o apoio necessário" e ao colega da vítima, que estava no local e que já recebeu apoio psicológico.

No mesmo documento, a Schindler informa que as causas do acidente ainda não são conhecidas e compromete-se a " colaborar estreitamente com as Autoridades, no sentido de as esclarecer rigorosamente".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de