Se ouvir tocar sirenes e sinos de igreja ao meio-dia, lembre as vítimas da Covid-19

A Covid-19 já fez mais de 18 mil mortos em Portugal. Neste sábado, ao meio-dia, tocam os sinos e as sirenes. No domingo, haverá um minuto de silêncio para recordar as vítimas do coronavírus.

Para lembrar as vítimas da Covid-19, os sinos das igrejas e as sirenes dos quartéis dos bombeiros vão tocar este sábado, ao meio-dia. A Igreja Católica junta-se assim à Jornada da Memória e Esperança, com iniciativas a decorrer durante o fim de semana.

São dois dias em tons diferentes, para não voltar atrás e reinventar o futuro, para fazer memória e arrancar rumo à esperança. Nas torres das igrejas e nos quartéis dos bombeiros, neste sábado, às 12h00, tocarão os sinos e as sirenes, para que ninguém se esqueça das aflições de quase dois anos de estremecimento coletivo.

Simbolicamente também, já no domingo, com a presença do Presidente da República, o reitor da Universidade de Lisboa irá plantar a árvore da memória, proximamente ao local onde funcionou o hospital de campanha e a estrutura de vacinação. Minutos de silêncio, bandas musicais, votos de solidariedade da Assembleia da República fazem parte de um leque de iniciativas por todo o país para que não se perca a memória e a esperança.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de