Seguro municipal de saúde gratuito. Figueira de Castelo Rodrigo com 15 mil consultas em quatro anos

O autarca garante que este tipo de apoio à população não é concorrente do Serviço Nacional de Saúde, mas sim complementar.

Há quatro anos que o município de Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, tem um seguro de saúde municipal, gratuito, para todos os habitantes do concelho.

A autarquia considera que é um complemento ao atendimento prestado pelo Serviço Nacional de Saúde e que permitiu que todas as pessoas tivessem acesso a cuidados de saúde, dos quais estão privados, ou pela falta de médicos ou pela inexistência da valência no concelho.

Em quatro anos, com uma despesa de 300 mil euros anuais, a Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo proporcionou mais de 15 mil consultas e cerca de 2000 exames de diagnóstico e terapêutica.

Este seguro, que o autarca Paulo Langrouva afirma ser pioneiro a nível nacional, inclui consultas de clínica geral ou de especialidade, exames e transporte totalmente gratuitos, como podemos ouvir na reportagem áudio.

O autarca de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, conta que a ideia surgiu porque havia no concelho uma falta crónica de médicos de família. Há quatro anos, cerca de três mil pessoas residentes neste concelho do distrito da Guarda não tinham médico de família. "O município tinha de ter aqui um papel mais interventivo e proativo, para resolver este problema", conta.

Foi criado um regulamento próprio e um caderno de encargos e, através de concurso público internacional, as seguradores candidatam-se ao seguro de saúde municipal. "O município tem aqui cerca de 300 mil euros de investimento por ano, que, efetivamente se trata de um investimento". O edil vê três vantagens neste seguro: primeiro, "para garantir saúde às populações", depois porque "muitos não viam um médico há muitos anos e agora passaram a ir ao médico". E, por último, porque a maior parte das consultas e exames são feitos no concelho.

Paulo Langrouva garante que este tipo de apoio à população não é concorrente do Serviço Nacional de Saúde, mas sim complementar. A aposta tem sido em sintonia. Há quatro anos existiam dois médicos de família para toda a população e, atualmente, existe o dobro, com mais três médicos adstritos ao seguro de saúde.

Em 4 anos, este seguro de saúde municipal proporcionou mais de 15 mil consultas em todo o concelho de Figueira de Castelo Rodrigo. Números que mostram que são aproximadamente de quatro mil consultas anuais e mais de 500 exames complementares de diagnóstico. A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo diz que assim se garante o acesso da população do interior à saúde, apostando na prevenção.

Há dois anos, a autarquia acrescentou ao seguro à estomatologia, alargando os cuidados de saúde à dentição e, em andamento, está a junção da fisioterapia geriátrica.

O município refere que este seguro de saúde municipal garante maior qualidade de vida e bem-estar às populações do interior.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de