Sindicato da polícia "desiludido" com falta de reconhecimento do Governo

Em dia de aniversário da PSP, o Sindicato dos Profissionais de Polícia dia que seria de esperar que o Governo apresentasse alguma forma de compensar o esforço no combate à Covid-19.

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se hoje "desiludido" com "a falta de respeito" que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na "linha da frente" no combate à pandemia.

"Não podemos aceitar que, no âmbito do combate ao Covid-19, o parlamento tenha (na quarta-feira) decidido premiar os profissionais de saúde, de forma perfeitamente justa, mas tenha esquecido os elementos policiais", refere um comunicado do SPP:

O SPP salienta que são os polícias que "estão diariamente no terreno a fiscalizar estabelecimentos comerciais, a verificar se a população cumpre as regras impostas pelos diversos estrados decretados pelo Governo (calamidade, emergência, alerta) e a vigiar os transportes públicos.

O sindicato refere que, tal como acontece com os funcionários da área da saúde, também os polícias "foram impedidos de gozar férias previamente marcadas" e "continuam a ver os seus horários constantemente alterados e folgas suprimidas".

"Esta nova realidade implica sacrifícios pessoais dos polícias e prejudicam as suas relações familiares e sociais", diz o SPP, considerando que é da "mais elementar justiça que todas as forças políticas reconheçam o mérito das forças de segurança e tenham para com ela a mesma atitude que tiveram em relação aos profissionais de saúde", sublinha o SPP.

O sindicato lembra ainda que "hoje, dia de aniversário da PSP", seria de esperar que o Governo apresentasse alguma forma de compensar o esforço e dedicação dos profissionais de polícia.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de