Enfermeiros podem regressar à greve ainda durante este mês

José Azevedo lembra que as negociações com o Governo já se arrastam desde agosto de 2017.

Os sindicatos que fazem parte da Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE) admitem voltar à greve após uma reunião, hoje, com representantes dos ministérios da Saúde e das Finanças e dos hospitais EPE ter resultado no que definiram como um "impasse".

José Azevedo, presidente do Sindicato dos Enfermeiros, que integra a FENSE com o Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem, disse à TSF que as partes voltam a reunir-se no dia 19, sendo que as ações futuras dependem do que acontecer nessa reunião.

"Vamos lá no dia 19 mas, se as coisas não correrem bem nesse dia, então a partir daí vamos para a luta ainda durante este mês. Estamos a negociar um acordo coletivo de trabalho desde 16 de agosto de 2017. Este processo, que era para ter terminado em outubro de 2017, tem sido adiado, substituído e vilipendiado", relembrou. Assim, os enfermeiro admitem regressar à greve ainda em junho.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados