TAP retoma esta sexta-feira operação para Brasil e Reino Unido

A TAP prevê operar, este mês, 25 voos semanais para o Brasil e outros 15 para Londres.

A TAP retoma esta sexta-feira a sua operação para o Brasil e Reino Unido, após o levantamento das restrições face à Covid-19, prevendo operar, este mês, 40 voos semanais para os dois países.

"Com o levantamento da suspensão dos voos com origem ou destino no Brasil e no Reino Unido, a TAP retoma a sua operação a partir desta sexta-feira, garantindo a mobilidade aérea entre Portugal e os dois países", anunciou, em comunicado, a companhia aérea portuguesa.

A TAP prevê operar, este mês, 25 voos semanais para o Brasil, nomeadamente, para Brasília (dois), Belo Horizonte (dois), Fortaleza (três), Rio de Janeiro (seis, um dos quais com partida do Porto), São Paulo (seis), Recife (dois), Recife/Maceió (dois) e Salvador (dois).

Já para o Reino Unido espera operar 15 voos semanais para Londres Hearthrow.

A transportadora lembrou ainda que os passageiros, com exceção de crianças com menos de 24 meses, estão obrigados a apresentar, à chegada ao território nacional, um comprovativo de realização de teste RT-PCR à Covid-19 com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores ao embarque.

Por sua vez, os passageiros provenientes do Brasil têm que cumprir um isolamento profilático de 14 dias no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde.

Os voos com origem ou destino no Brasil e Reino Unido vão ser permitidos a partir hoje para viagens essenciais, mantendo-se as medidas restritivas do tráfego aéreo devido à pandemia, anunciou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI).

"No contexto da situação epidemiológica provocada pelo vírus SARS-CoV-2, o Governo decidiu prolongar, durante o período de estado de emergência que hoje se inicia, as medidas restritivas do tráfego aéreo", precisou, em comunicado, o MAI, sublinhando que "é levantada a suspensão dos voos com origem ou destino no Brasil e no Reino Unido, apenas para viagens essenciais", situação que já acontecia com os voos provenientes de países terceiros".

O Ministério tutelado por Eduardo Cabrita refere que os passageiros dos voos originários da África do Sul, Brasil ou dos países com uma taxa de incidência de Covid-19 igual ou superior a 500 casos por 100 000 habitantes têm de cumprir, após a entrada em Portugal continental, um período de isolamento profilático de 14 dias, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.987.891 mortos no mundo, resultantes de mais de 139 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.937 pessoas dos 829.911 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de