Telescola deve arrancar a 13 de abril só até ao 9.º ano

O ministério da Educação e a RTP estão já ver várias soluções para garantir que as famílias com mais de um filho possam usufruir das aulas através da televisão.

O regime de aulas pela televisão já tinha sido admitido pelo primeiro-ministro, António Costa. Agora, o Público adianta que serão abrangidos pela medida os alunos até ao 9.º ano e que as aulas devem começar a 13 de abril. Sobre o que vai acontecer aos alunos do ensino secundário, as decisões devem ser tomadas na próxima semana.

O ministério da Educação e a RTP estão já ver várias soluções para que as aulas não se sobreponham e para garantir que as famílias com mais de um filho possam usufruir das aulas através da televisão.

A RTP já tem uma equipa a trabalhar no projeto composta por técnicos e criativos para que a telescola possa arrancar depois das férias da Páscoa. A ideia é usar a televisão digital terrestre (TDT) para que a emissão seja feita através dos quatro canais públicos disponíveis na TDT. Além da RTP 1, 2 e 3, há a RTP Memória à qual se juntam os canais regionais da RTP Açores e Madeira.

O jornal Público explica que o canal 2 e a RTP Memória têm maior facilidade em libertar espaço de antena e lembram a existência da plataforma digital RTPPlay.

Em cima da mesa pode estar outra solução que implica negociações com a Altice de forma a usar dois canais que a TDT tem disponíveis.

Ainda assim, há muita coisa por definir como o tempo diário de emissão, como será dividido pelos diferentes níveis de ensino e se os conteúdos vão ser gravados nos estúdios da RTP ou numa escola.

Para já, sabe-se que a telescola tem arranque previsto a 13 de abril para alunos até ao 9.º ano. As aulas vão decorrer de segunda a sexta, tal como numa escola normal, mas, neste caso, as explicações dos professores chegam através da televisão.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de